samedi 7 juillet 2012



"quando durmo, sonho contigo e, quando acordo, desejo ter-te nos meus braços. o tempo que vivemos separados mais não fará do que convencer-me ainda mais, se tal for possível, de que quero passar as noites que me restam ao teu lado e os meus dias contigo no coração (...) quando estou a escrever-te, sinto o teu hálito, e imagino que sentes o meu quando lês o que escrevo. também se passa o mesmo contigo? estas cartas são agora parte de nós, parte das nossas história, uma recordação eterna do que fizemos com a nossa vida. agradeço-te por me teres ajudado a sobreviver este ano mas, ainda mais importante, agradeço-te, antecipadamente, por todos os anos futuros (...) pensar em ti é, quantas vezes, a única coisa que me dá vontade de continuar." : um dia. um dia, disseram-me para não fechar as chaves ao meu órgão propulsor que pela qual, teimam em designar por coração. disseram-me para não o prender, para não o isolar. disseram-me para lhe dar a liberdade e o espaço que assim precisasse. disseram-me, também, para não ter medo. para não ter medo de confiar no amor, para não ter medo de confiar num homem, e acima de tudo, para não ter medo de voltar a apaixonar-me. disseram-me para segui-lo para onde quer que ele me levasse. ironicamente foi a ti que ele me levou. esta ironia que me tem confrontado nestes últimos tempos, melhor, desde o dia que comecei a viver as tão ditas etapas, ela consome-me por dentro. esta também não tem medo, não tem pudor. consome-me sempre mais. tem um sabor.. ora amargo, ora doce, ou simplesmente, agridoce. mas sinceramente, tenho a agradecer-te por me teres dado o sabor mais doce e melhor de todos. aquilo que nunca tive, aquilo que eu quero e vou ficar."

20 commentaires:

  1. oh, obrigada:)
    que texto tão adorável..

    RépondreSupprimer
  2. Que texto tão fofinho :)

    RépondreSupprimer
  3. adoro, que bonito :)

    RépondreSupprimer
  4. ah sim, esqueci-me desse pormenor.. e depois aqui a água estava bem fria, imagino aí em cima :|

    RépondreSupprimer
  5. tão cheio, cheio de palavras de amor, só o amor tem estas expressões. que bonito*

    RépondreSupprimer
  6. que porcaria :/ obrigada sofia!

    RépondreSupprimer
  7. ai amor tantar saudades tuas ! Primeiro vou criar um facebook ( de novo)e depois o twitter !

    RépondreSupprimer
  8. adoro ler algo que foi escrito com o coração mas organizado com a mente. está muito bem escrito. parabéns!

    RépondreSupprimer
  9. achas melhor o twitter ?

    RépondreSupprimer
  10. tive boas notas, fiquei feliz :-)

    RépondreSupprimer
  11. vou seguir o teu conselho e um dia destes crio e posto o link no meu blog amor

    RépondreSupprimer
  12. muito obrigada, querida :')
    Então, como foram as notas?

    RépondreSupprimer
not even for a second would I lie to myself. too many things are missing and there's a tear in my eye. it's not a question or an answer, but it will change your mind. we'll be the same tomorrow, we're dancin' as we borrow and sing a song for sorrow