jeudi 26 juillet 2012

Mais um dia começa a nascer. O sol começa a crescer e a subir. Para novamente dar uma volta por nós. Para novamente nos acordar com os raios fortes e luminosos a bater nos nossos rostos ainda pouco despertos. Para nos dar um bom dia acompanhado com os pássaros a cantar na janela e o cheiro das flores a chegar com a brisa. Os lençóis mais no chão que em cima de nós. Começo a ficar com pele de galinha. A precisar da transferência de calor entre os corpos e as mãos entrelaçadas. A precisar do teu cheiro natural. E do teu beijo matinal. Doce. Doce e sereno. Como uma essência. A essência que nos acompanha durante todo o dia.

39 commentaires:

  1. Gostei muito novamente :p

    RépondreSupprimer
  2. Está tão lindo, tu escreves sempre tão bem sofia :)

    RépondreSupprimer
  3. e eu agradeço-te por isso!

    RépondreSupprimer
  4. Pode ser que sim, obrigada :)

    RépondreSupprimer
  5. és uma querida, tu sabes...

    RépondreSupprimer
  6. obrigada princesa, eu tb :)

    RépondreSupprimer
  7. Obrigada, meu amor! E já vi que voltaste a escrever.

    RépondreSupprimer
  8. obrigada doce. gostei muito, sempre com textos maravilhosos :)

    RépondreSupprimer
  9. Anonyme27/7/12

    Olá! Se tens tumblr, segue o meu e faz perguntas ou deixa um mensagem http://mpcs.tumblr.com/ :)
    Sigo de volta, beijinho.
    Mónica.

    RépondreSupprimer
  10. já sabes que não precisas querida :)

    RépondreSupprimer
  11. muito obrigada, querida «3

    RépondreSupprimer
  12. Gostei imenso do teu :)

    RépondreSupprimer
  13. como assim querida, o que queres que faça?

    RépondreSupprimer
  14. Eu não tenho face, querida :s

    RépondreSupprimer
  15. Tentei abrir o link que me deixaste no comentário mas deu "página não encontrada". Parece que se rendeu!

    RépondreSupprimer
  16. Tu és tão fitchéeeeeeee (H) ahahahaha
    Gosto muito de ti, raio de sol

    RépondreSupprimer
  17. espero que consigas querida :)

    RépondreSupprimer
  18. minha princesa, vocês vão casar <3

    RépondreSupprimer
  19. Que música linda ! Como se chama?
    Ainda mais lindos são os teus textos.

    RépondreSupprimer
  20. Que música linda ! Como se chama?
    Os teus textos são ainda mais lindos.

    RépondreSupprimer
    Réponses
    1. obrigada :) i won't give up é o nome da música.
      não consigo encontrar o teu blog :s

      Supprimer
  21. não vi graça nisso
    texto lindo?) mentira,
    tem milhares iguais por aí.
    Eta! povo ignorante.

    RépondreSupprimer
    Réponses
    1. desculpa?? tás tola, só pode. o texto é da minha autoria e não gostas, estás caladinha.
      mania destes brasileiros defecientes se virem meter com o pessoal, epá

      Supprimer
  22. Vai plantar batatas portuga.
    Cala-te! débil mental.
    Não tem graça nesses textos " o sol começa a nascer a subir..blá blá blá
    A tua cabeça deve estar cheia de drogas, queres poetizar... é porcaria mesmo, ponto.
    É a minha opinião, se não aceitas ora só queres elogios, a blogosfera é um espaço aberto, democrático ...levanta voo!

    RépondreSupprimer
    Réponses
    1. ai espera :o alguém te pediu a opinião? que me lembre não! por isso põe-te no caralho oh brasileira do cú. Para quem os textos são dirigidos gosta e entende o seu significada tu que és UMA TANSA não tens NADA haver com isso! agora ganha vida.

      Supprimer
  23. Estas merdas irritam-me imenso... Não gostam, não critiquem! Nós gostamos da escrita dela, ADORAMOS! Sentimos o amor de que ela tanto fala, que ela descreve. Ponham-se a andar fds

    RépondreSupprimer
  24. Oh começo a ficar com a pele de galinha...risos Tu já és uma .
    Oh!
    Lava a boca quando fores lá, portuga!

    RépondreSupprimer
  25. Fds os haters adoram-te...

    RépondreSupprimer
  26. Inspiras-me, muito. Estive de férias, desculpa a demora a responder :)

    RépondreSupprimer
not even for a second would I lie to myself. too many things are missing and there's a tear in my eye. it's not a question or an answer, but it will change your mind. we'll be the same tomorrow, we're dancin' as we borrow and sing a song for sorrow