vendredi 19 octobre 2012





Espero que saibas que todas as noites continuo à janela a olhar por ti. Com o brilho nos olhos, sim aquele de sempre. E aquele, também já conhecido, sorriso brilhante e apaixonante sem sentido para o exterior, com sentido para nós. Amanhã vou esperar no nosso banco, do jardim, em frente ao café onde lanchávamos  Vou esperar... esperar que me vás buscar em uma nuvem.

16 commentaires:

  1. e eu do teu, tenho passado tão pouco pelo blog :s continuas a escrever lindamente <3

    RépondreSupprimer
  2. oh, muito obrigada! este teu texto está tão lindo :')

    RépondreSupprimer
  3. já não é mesmo, para muitas de nós :s
    tens facebook?

    RépondreSupprimer
  4. Aww nada disso! Mas muito obrigada pelo comentário (:

    RépondreSupprimer
  5. As tuas palavra trazem inspiração, Sophie

    RépondreSupprimer
  6. muito obrigada querida <3

    RépondreSupprimer
  7. obrigada princesa, digo o mesmo <3

    RépondreSupprimer
  8. muito obrigada meu amor <3
    adoro o texto *-*

    RépondreSupprimer
not even for a second would I lie to myself. too many things are missing and there's a tear in my eye. it's not a question or an answer, but it will change your mind. we'll be the same tomorrow, we're dancin' as we borrow and sing a song for sorrow