vendredi 20 juillet 2012

Não sei como começar. Estou enrolada nas palavras e não encontro as mais indicadas. Talvez não seja o momento mais indicado. Talvez falte algo, mas nada pode ficar por dizer. Nada pode ficar por ser demonstrado. Nada pode ficar para trás. Eu não te vou deixar ficar para trás, prometo. Vou usar sempre todas as forças que conseguir, as forças da natureza, as forças que as estrelas vão dar e o apoio que a lua vai dar. Vou usar isso tudo, e não te vou abandonar. Nunca. Nem hoje, nem depois. Porque o futuro não sou eu. O futuro somos nós. Significando o nós um turbilhão de sentimentos. Um turbilhão de noites ao relento. Um turbilhão de coisas. Um mundo inacabável. Uma brisa fresca. Um turbilhão de estrelas, a cintilar. Uma essência. Uma tranquilidade. Um arco-íris com cores claras e mesmo tempo pesadas e fortes. Um mundo sem vento e sem chuva. O nosso mundo. Um encantamento. Não me largues a mão, e dá-me um beijo na testa. Canta para mim e deixa-me adormecer no teu peito. Amo-te, sabes bem... hoje e sempre.

36 commentaires:

  1. sendo assim, merci!

    RépondreSupprimer
  2. muito lindo mais uma vez :o

    RépondreSupprimer
  3. obrigada, também gostei muito do teu :)

    RépondreSupprimer
  4. Jesus amei, belas palavras *-*

    RépondreSupprimer
  5. Tão linda, meu coração!

    RépondreSupprimer
  6. e quando se ama verdadeiramente e esse amor é correspondido, a alma tem sempre asas brancas*

    RépondreSupprimer
  7. obrigada, e o teu blog sempre com grandes textos :) apesar de tudo o que se passou eu não deixei de cá vir, e acompanho-o.

    RépondreSupprimer
  8. escreves tao beeeeeeeem. quase morro a ler.

    RépondreSupprimer
  9. também minha linda, prontinha para arrancar de férias <3

    RépondreSupprimer
  10. acredito que sim! obrigada sofia :3

    RépondreSupprimer
  11. ainda bem que pensas assim , obrigada ;)

    RépondreSupprimer
  12. vão ser as melhores férias de sempre, afinal de contas, vou estar com ele <3

    RépondreSupprimer
  13. Que fofinha! Muito obrigada :)

    RépondreSupprimer
  14. daaqui a duas semaninhas conto-te como foi :p

    RépondreSupprimer
  15. Aconteça o que acontecer amanhã
    Já tive o dia de hoje
    Aconteça que não veja mais o mesmo céu
    Nem uma Lua que envergonhada foge

    Cada silaba minha traz o Inverno
    À poeta sem luz ou louvor
    Não quero que morra a minha herança de alegria
    Nem que me atirem mais a palavra amor
    Bom fim de semana

    Doce beijo

    RépondreSupprimer
  16. de nada (:
    tenho estado ausente á bastante tempo, por isso não tenho dito nada, mas pelo que vi agora tens escrito grandes textos *-*

    RépondreSupprimer
  17. como eu sinto este texto a fluir em mim...

    RépondreSupprimer
  18. lindo! muita força, o amor é um sentimento que necessita infinitamente de força

    RépondreSupprimer
  19. lindo o texto! eu já te sigo no twitter :)

    RépondreSupprimer
not even for a second would I lie to myself. too many things are missing and there's a tear in my eye. it's not a question or an answer, but it will change your mind. we'll be the same tomorrow, we're dancin' as we borrow and sing a song for sorrow