vendredi 16 mars 2012

Hoje vamos à cidade durante a noite. Vamos à cidade ilumina-la com cores fortes pelos locais onde tocamos. Vamos espalhar recantos do nosso amor pelos cantos da cidade. A lua está sempre a observar-nos e quando chegar a hora de ela trocar o seu turno com o sol, as nuvens virão e levar-nos-ao até ela novamente. E se a chuva vier amor, nós vamos passar por cima dela, não vai ser pelo meio dela está vez, vai ser mesmo lá por cima. E por cima dela, vamos viver outro mundo, vamos caminhar por cima das nuvens e desenhar com o arco-íris no sol, com o céu azul de plano. Vamos encantar o sol com o nosso amor, e manter a lua a sorrir pelo nosso amor. Vamos voltar ao banco do jardim, em frente à mercearia. Vou sentar-me no teu colo e tu vais morder-me as bochechas gordas, mesmo onde se encontram as sardas. Vais colocar-me o cabelo atrás da orelha e sorrir, enquanto eu vou deitar a minha cabeça sob o teu ombro. As nuvens vão embora e o sol reaparece, começa novamente a brilhar e iluminar o nosso banco, no meio de toda a escuridão à volta.

50 commentaires:

  1. adorei o post ! :D está fantástico *.* descreves-te muito bem. Parecia que vos estava a observar (;

    RépondreSupprimer
  2. "Vais colocar-me o cabelo atrás da orelha e sorrir, enquanto eu vou deitar a minha cabeça sob o teu ombro." adoro o post, está lindo princesa <3

    RépondreSupprimer
  3. muito obrigada, doce.
    aqui está muito amor e, olha, adorei.

    RépondreSupprimer
  4. muito obrigada princesa <3

    RépondreSupprimer
  5. não precisas de agradecer, digo-o de coração.

    RépondreSupprimer
  6. não tens que agradecer princesa <3
    concordo com o que escreves-te no primeiro post.

    RépondreSupprimer
  7. Anonyme16/3/12

    obrigada sofita :)

    RépondreSupprimer
  8. acredito sim princesa <3

    RépondreSupprimer
  9. Mesmo quando ninguém merece nada de nós, nós continuamos a dar tudo... não é?

    RépondreSupprimer
  10. a frase de cima, é mesmo verdade, coração :) gostei muito

    RépondreSupprimer
  11. sempre os textos tão doces:)

    RépondreSupprimer
  12. sabes é difícil por vezes através da escrita retratar as palavras, e tu sabes fazê-lo, dando-lhes vida, dando-lhes personagens, dando-lhes a alma, gostei muito querida*

    RépondreSupprimer
  13. Anonyme16/3/12

    está lindo, como sempre doce :)

    RépondreSupprimer
  14. Anonyme16/3/12

    de nada doce :)

    RépondreSupprimer
  15. muito obrigada fofinha :)
    *lindo o teu também

    RépondreSupprimer
  16. oh o blog está tão lindinho:))

    RépondreSupprimer
  17. Anonyme16/3/12

    oh isso ajuda. mas não é tudo, querida...

    RépondreSupprimer
  18. Anonyme16/3/12

    obrigada querida.

    RépondreSupprimer
  19. não tens de quê amor:)

    RépondreSupprimer
  20. o blog está muito bonito*

    RépondreSupprimer
  21. Anonyme17/3/12

    Linda és TU Sofia! :)

    RépondreSupprimer
  22. ora de nada querida :)

    RépondreSupprimer
  23. Anonyme17/3/12

    ora essa querida :)

    RépondreSupprimer
  24. lindo, mesmo :)
    o teu cantinho privado, é para os seguidores que queres ou para quem quer? como costumas referir aqui quando lá escreves :) <3

    RépondreSupprimer
  25. "A lua está sempre a observar-nos e quando chegar a hora de ela trocar o seu turno com o sol, as nuvens virão e levar-nos-ao até ela novamente." perfeito!

    RépondreSupprimer
  26. Ainda bem que gostas-te princesa (:

    RépondreSupprimer
  27. Anonyme17/3/12

    esta estranha

    RépondreSupprimer
  28. Anonyme17/3/12

    obrigada tolinha :)

    RépondreSupprimer
  29. adoro o teu blog. e adorei o post

    RépondreSupprimer
  30. muito obrigada! post tão doce :) bonita descrição mesmo... queria comentar o primeiro mas não dava, realmente há muitos seguidores que são falsos e eu já cheguei ao limite dos 300, não posso seguir mais, se calhar tenho de "des"seguir alguns :x

    RépondreSupprimer
  31. muito obrigada princesa <3

    RépondreSupprimer
  32. Anonyme17/3/12

    ora essa (:

    RépondreSupprimer
  33. escusado será dizer que tens imenso jeito para escrever!

    RépondreSupprimer
  34. arrepias-me com estes post's :)

    RépondreSupprimer
not even for a second would I lie to myself. too many things are missing and there's a tear in my eye. it's not a question or an answer, but it will change your mind. we'll be the same tomorrow, we're dancin' as we borrow and sing a song for sorrow