mardi 21 février 2012

Dizem que os amores perfeitos não existem? então é porque nunca o encontraram de verdade. quando falo de amores perfeitos, falo daquilo que tenho. o amor que vivo, o amor que sinto. falo da pessoa que me telefona todas as noites para ouvir a minha voz antes de dormir. falo da pessoa que quer estar sempre comigo até mesmo quando não há aulas. falo da pessoa que me obriga a comer tudo. falo da pessoa que me compra todas as regalias do mundo. falo da pessoa que me relembra todos os dias o quanto me ama e o quanto especial sou. falo da pessoa que de vez em quando me assusta só para dizer o quanto me ama. falo da pessoa que diz que tenho pensamentos de puta e que só a ele tenho que agradar. falo da pessoa que me abraça e beija em frente a toda a gente. falo da pessoa que me protege como se de um boneco de vidro se tratasse. falo da pessoa que me traz a casa sempre que pode.falo da pessoa que diz que sou uma elfo arqueira. falo da pessoa que brinca comigo ao "chefe e escravo". falo da pessoa que se aventura comigo para tudo. falo da pessoa que me propõe a faltar a uma aula só para estarmos a sós. falo da pessoa que me manda uma mensagem a dizer que me ama, mesmo estando a menos de 2m de mim. falo da pessoa que me manda uma mensagem de saudade só enquanto vou à casa de banho. falo da pessoa que nunca me deixa estar mal. falo da pessoa que está sempre lá a apoiar mesmo quando não tem razão para isso. falo da pessoa que aguenta com tudo e mais alguma coisa. falo da pessoa que se arrisca por mim. falo da pessoa que faz de tudo por mim. falo da pessoa que sai de perto de mim e passado 1 segudo diz que está a morrer de saudades minhas. falo da pessoa que me faz sonhar e confiar sempre mais no nosso futuro. falo da pessoa que me trata como nunca ninguém antes me tratou. falo da pessoa que me pede em casamento vezes e vezes sem conta. falo da pessoa que oficializou tudo da forma mais perfeita que poderia haver. falo da pessoa que me dá tudo a que tenho direito. falo da pessoa que canta para mim quando lhe apetece. falo da pessoa que fica a olhar para mim durante minutos. falo da pessoa que sorri enquanto falo. falo da pessoa que me abraça sempre que lhe dá na cabeça. falo da pessoa que mais me tranquiliza. falo da pessoa que me deu e dá o melhor deste mundo, e falo da pessoa que morre ou morrerá por mim. um verdadeiro amor. e eu juro, juro por tudo que isto é o melhor do mundo. aquele amor de cortar a respiração, de paralisar os movimentos. aquele amor que pouca gente sente, ou que então, só vive uma vez na vida. lógico, sem fazer disso uma regra geral. não há amor como o nosso. quero-te para sempre, por mais que o cujo dito para sempre seja uma eternidade. uma eternidade que praticamente ninguém acredita, e que eu também não acreditava, mas que tu me fizeste acreditar. para ter aquilo que realmente queremos, precisamos acreditar. percebes agora o que quero?.. falo da pessoa que chamo de cara metade. falo da pessoa que mais admiro. falo de ti, Filipe.

(sei que já o postei, mas oh, para ele diz-lhe tanto.)

46 commentaires:

  1. Tenho-te a dizer que tens muita sorte com esse rapaz , há poucos assim ;)

    RépondreSupprimer
  2. amor, já sabes que eu não quero que me agradeças.
    OBS: desculpa a demora a responder :s

    RépondreSupprimer
  3. adoro tudo o que escreves.. está tão lindo, tão sentimental!

    RépondreSupprimer
  4. estava sem apetite para responder, não sei porquê mal ultimamente não me apetece fazer nada.
    adorei a barra lateral, ainda não tinha reparado.
    obrigada amor, sempre tão lindos os teus textos.

    RépondreSupprimer
  5. mt obgd.
    este texto, é tão vdd.

    RépondreSupprimer
  6. obrigada amor, pois é mas não apetece nada.
    obrigada !

    RépondreSupprimer
  7. tens razão, é o habito ...

    RépondreSupprimer
  8. o texto está tão lindo. muitas felicidades

    RépondreSupprimer
  9. o amor por vezes é perfeito, aproveita, felicidades querida :))

    RépondreSupprimer
  10. adorei este sofia, está lindo *

    RépondreSupprimer
  11. O texto está lindo (:

    RépondreSupprimer
  12. Aww obrigada Sofia (:
    Oh meu deus, adorei o texto. Que sorte que tens, que sejam muito felizes (:

    Giveaway: La Cerise Shop no meu blog: Participa! http://contemporaryliveshere.blogspot.com/

    RépondreSupprimer
  13. isto é estranho, antes nunca tinha apetite para escrever, estes dias só me apetece fazer textos e frases ...
    é estranho ...

    RépondreSupprimer
  14. que querida meu anjo. (fica aqui um obrigada, mas tá entre parêntises ahah)

    RépondreSupprimer
  15. Obrigada Sofia.
    E concordo com o teu post acima, darem mais dois dias para ficarmos em casa não fazia mal nenhum.

    RépondreSupprimer
  16. muito obrigada, minha linda, bem ando a precisar.

    RépondreSupprimer
  17. É só para te dizer que te deixei um miminho no meu blog, na página dos selos, é o último :)

    RépondreSupprimer
  18. Obrigada princesa linda!

    RépondreSupprimer
  19. este texto está lindo lindo! <3

    RépondreSupprimer
  20. De nada princesa, <3

    RépondreSupprimer
  21. ohh, obrigada eu então

    RépondreSupprimer
  22. nada disso, oh. mas obrigada!

    RépondreSupprimer
  23. achei mesmo própria à situação!

    RépondreSupprimer
  24. Anonyme22/2/12

    porque é que queres vender as doc. martens? não gostas delas? OO:

    RépondreSupprimer
    Réponses
    1. gosto sim, mas já não as uso. estás interessado/a?:)

      Supprimer
  25. E este texto está tão lindo.
    E por dois dias acho mesmo que podíamos ter a semana toda -.-

    RépondreSupprimer
  26. Obrigada, obrigada querida!

    RépondreSupprimer
  27. muito obrigada querida. mudei-o mesmo agora. decidi deixa-lo mais simples (:

    RépondreSupprimer
  28. Obrigada!
    E sim, devíamos ter a semana inteira mesmo

    RépondreSupprimer
  29. Que texto mais lindo princesa <3

    RépondreSupprimer
not even for a second would I lie to myself. too many things are missing and there's a tear in my eye. it's not a question or an answer, but it will change your mind. we'll be the same tomorrow, we're dancin' as we borrow and sing a song for sorrow