dimanche 18 décembre 2011

não importa onde, quando, e como. acabam sempre por se voltar a encontrar. tal como sempre me disseram "aquilo que é realmente nosso acaba sempre por voltar." podem passar eternidades, até se podem cruzar no último minuto de vida, mas cruzam-se. quando menos pensamos que não o vamos ver, essa pessoa aparece. quando menos pensamos que nos vamos falar, essa pessoa dá sinal de vida. quando mais pensamos que ninguém nos vai apoiar quando erramos de verdade, essa pessoa vai estar lá. só pelo simples facto de ser a pessoa que melhor nos conhece, que mais nos deseja. é o nosso porto de abrigo. o abraço é aquilo que mais segurança e estabilidade nos transmite. às vezes faz bem pegar em velhas histórias e começar a reler do início, pegar no final de dar-lhe uma continuação. o fim, só é realmente o fim quando queremos e acreditamos de verdade. virar a página é uma coisa, esquecer é outra. e esta página meu menino, acho que nunca a vou virar e muito menos esquecer. contigo, sempre. 



13 commentaires:

  1. e eu como sou fumadora.. são coisas que me abrem os olhos.

    RépondreSupprimer
  2. obg! também adoro o teu blog :)
    eu concordo com tudo o que disseste neste texto! porque já me aconteceu tudo isso

    RépondreSupprimer
  3. concordo plenamente com este texto minha linda*

    RépondreSupprimer
  4. QUE TEXTO MAIS LINDO..esquece adorei mesmo muito :o

    RépondreSupprimer
  5. e agora é que reparei texto que escreveste
    p.s: está lindo, como sempre !

    RépondreSupprimer
  6. oh sou como tu amor.
    OBS: mas tu és mais !

    RépondreSupprimer
  7. amor, preciso que vejas uma coisa com os teus próprios olhos ...
    repara nesta mensagem minha (http://cm-amazingthings.blogspot.com/2011/10/eu-juro-que-amo-uma-pessoa-faz-um.html)
    e agora vai a este blog e tem lá uma mensagem igual, andam-me a plagiar
    http://vanessamariana13.blogspot.com/
    pff diz-me algo, tenho razão !?

    RépondreSupprimer
  8. sem a mínima duvida.

    RépondreSupprimer
  9. o teu blog está lindo <3

    RépondreSupprimer

not even for a second would I lie to myself. too many things are missing and there's a tear in my eye. it's not a question or an answer, but it will change your mind. we'll be the same tomorrow, we're dancin' as we borrow and sing a song for sorrow