vendredi 23 décembre 2011



Esta noite sonhei contigo, o que me deu mais saudades tuas, sabias? Levantei-me, vesti o teu casaco, acabado de vestir e foi logo que se a tua presença apodera-se o meu corpo. Procurei o telemóvel e mandei-te uma mensagem de bom dia, aquele que tu tanto adoras ler. Mal recebo a tua penso, que me fazes tanta falta. Seremos nós dois passaros loucos? A minha vontade era de lavantar voo, e a ir a voar até ti, pegar-te na mão para que voasses comigo, e voar-mos por aí, de campo em campo, de prado em prado, de cidade em cidade, de montanha em montanha, até que o tempo pasasse e chegasse o momento de vivermos juntos. De partilharmos tudo, e finalmente o nosso livro, ficar totalmente aberto e marcado com a nossa presença, em todas as noites, em todas as manhãs, em todas as tardes, em todos os fins-de-tarde, em todas as nossas noitadas, em todas as nossas madrugadas no sofá a comer cereais no nosso silêncio, em que palavras são escusadas, pois os olhares dizem tudo. 


Sempre tua, S.

15 commentaires:

  1. Isso já me aconteceu tantas vezes fofinha s:

    RépondreSupprimer
  2. muito obrigada! igualmente fofinha *

    RépondreSupprimer
  3. Adoro! é tão bom quando nos sentimos assim! Obrigada querida

    RépondreSupprimer
  4. que doces palavras:)
    como eu gosto de tudo isto

    RépondreSupprimer
  5. Não querida (: aquela foto é do weheartit ^^

    RépondreSupprimer
  6. com muito sentimento o texto,adorei.

    RépondreSupprimer
  7. muito obrigada sofia :')) um feliz natal para ti também :) *

    RépondreSupprimer

not even for a second would I lie to myself. too many things are missing and there's a tear in my eye. it's not a question or an answer, but it will change your mind. we'll be the same tomorrow, we're dancin' as we borrow and sing a song for sorrow