samedi 12 novembre 2011





hoje o tempo demorou imenso a passar, e tudo o que fazia me fazia lembrar de ti. senti-me perdida.. sabes? foste a primeira pessoa a acolher-me. foste tu que me estendeste a mão quando menos esperei. desde o início que demonstraste ser uma pessoa incrível.. e foi por todas as tuas virtudes e defeitos que me apaixonei. hoje, mais do que nunca, interiorizei para mim mesma que não dá para ficar sem ti. Nunca ninguém conseguiu ser de facto tudo para mim, e tu conseguiste. tu és mesmo tudo para mim. és o meu grande amor. eu amo-te de uma forma inigualável, mais do que tudo. és mais do que uma parte de mim, és o meu reflexo.


2 commentaires:

not even for a second would I lie to myself. too many things are missing and there's a tear in my eye. it's not a question or an answer, but it will change your mind. we'll be the same tomorrow, we're dancin' as we borrow and sing a song for sorrow