lundi 19 septembre 2011




Se alguém se virasse para ti e te perguntasse o que vês em mim que dirias?
"Ah e tal, ele é lindo e tem ótima personalidade^^"
E se eu te perguntasse o que vês em mim? Aliás, O QUE VÊS EM MIM?! Que tenho eu de tão especial?
É por ter gomas? É por ter uma nota de 20€? É por pena? Diz-me, não sei que sou de especial.
O meu talento é dar peidos com a mãe e imitar golfinhos com a boca (e mal), não cheiro mal muito mal dos sovacos e estou especialmente apaixonado por ti.
E eu? Que vejo em ti? Não consigo dizer que te acho linda e simpática, porque estaria a mentir.
Sinceramente não sei em concreto o que vejo em ti.
Sei que quando estou contigo sinto raiva por não poder ser o único a olhar para ti,
sinto tristeza por não ser o único para quem olhas, sinto medo de te perder...
É mau, mas também sinto que o vazio que tenho dentro de mim é preenchido, sinto borbuletas no peito, conforto, calor, desejos, paixão...
Mas isto não te chega, tinhas ainda que todos os dias me mostrar esse sorriso, esse sorriso que quando olhas para mim,
fico parvo. Ao escrever esta parte sorri, porque me lembrei do teu sorriso. Desculpa, vou admitir,
às vezes nem ouço o que tás a dizer, apenas me concentro no teu sorriso, desculpa-me,
mas é o sorriso pelo qual me apaixono todos os dias por ti. Esse sorriso é um abraço para o meu coração, um conforto,
aposto o que quiseres que quando estás a falar e eu estou com um brilho especial nos olhos, não te estou a ouvir e já disse porquê.
Não sei porquê, não sei desde quando e não sei até quando, mas esse sorriso encanta-me, é magia, nem o cupido poderia fazer frente a esse sorriso,
o cupido apaixonar-se-ia por ti.
Acredita quando digo que não está nos meus planos deixar-te, perder-te, trair-te ou deixar-te carente.
Simplesmente o contrário. E mesmo que me deixes, ou me traias (lágrimas nos olhos xD), nunca, mas nunca deixes de sorrir,
não interessa a razão que mostra que deve acontecer o contrário, peço-te por mim, por nós e porque sou o chefe! Nunca deixes de sorrir,
porque sei que se sorrisses para todos como sorris para mim, todos te veriam da mesma forma que eu e se não deixares de sorrir,
terás muito sucesso, principalmente com os corações.
Podia dizer que és linda que doi, porque és, não apenas linda. Podia dizer que tens um corpo deslumbrante, que tens.
Podia dizer que és simpática, mas és a minha arrogantezinha. Podia dizer que tens bom coração, mas nunca o provei (nem quero provar, senão é mau sinal).
Podia dizer tanto, porque tu dás muito que dizer e mesmo tendo feito este textinho (grandão),
gosto sempre de resumir no fim, como os poetas muitos fixes da história com apenas uma frase, mas como eu sou mais fixe resumo com duas:


Eu amo-te. Nunca me deixes s1


Oh meu amor, foi a coisa mais linda que já li em toda a vida, e sorri enquanto o li, o tempo todo.

Aucun commentaire:

Enregistrer un commentaire

not even for a second would I lie to myself. too many things are missing and there's a tear in my eye. it's not a question or an answer, but it will change your mind. we'll be the same tomorrow, we're dancin' as we borrow and sing a song for sorrow