jeudi 21 octobre 2010


Vem.Não tenhas medo, vou ser apenas eu e somente eu…e tu.
Deita-te, deita-te ao meu lado, sente o meu respirar passar-te ao de leve por cada poro que habita o teu corpo, ouve o bater forte do meu coração como se fosse uma melodia que nunca antes os teus ouvidos escutaram, olha nos meus olhos e penetra-me a alma, estou vestida por fora e nua por dentro, para ti.
Quero ser eu, quero mostrar-te os meus medos, os meus pontos de coragem, os meus defeitos e virtudes, quero-te mostrar como sou, como reajo em cada situação, quero mostrar-te quem sou. Mas se algum dia quiseres ir sem justificação alguma, nem sequer te vou tentar amarrar.

1 commentaire:

not even for a second would I lie to myself. too many things are missing and there's a tear in my eye. it's not a question or an answer, but it will change your mind. we'll be the same tomorrow, we're dancin' as we borrow and sing a song for sorrow